O que é Google Design Sprint e passo-a-passo para aplicar na prática

livro sprint google design sprint 1232x924 - O que é Google Design Sprint e passo-a-passo para aplicar na prática

Google Design Sprint

Como saber se sua ideia de negócio, ou o produto que você quer desenvolver, dará certo:

  • Gastando o mínimo de tempo possível, pois o mercado está em constante mudança;
  • Investindo o mínimo possível, até porque você não quer investir em uma ideia furada;
  • E com pouquíssima exposição ao risco?

É isso que propõe o Design Sprint. Todas as práticas estão registradas na obra Sprint: o método usado no Google para testar e aplicar novas ideias em apenas cinco dias

A leitura é altamente recomendada.

Enquanto isso, que tal continuar lendo para entender rapidamente do que se trata?

Qual é o conceito de Design Sprint?

livro sprint google design sprint 1024x768 - O que é Google Design Sprint e passo-a-passo para aplicar na prática

Design Sprint é um método de 5 fases criado pelo Google para testar ideias e produtos que utiliza design thinking como forma de pensamento.

Pode servir para:

  • Criar um novo produto ou serviço
  • Melhorar a experiência ou acrescentar algo a algum produto/plataforma já existente

O surgimento do Design Sprint se mostra necessário pois ele veio para substituir o antigo método cascata. Nesse modelo já quase em desuso, cada etapa só começava após a anterior ter finalizado, e isso causava muitos atrasos nos projetos.

Siga a WK nas Redes Sociais

O ciclo normal de uma criação utilizando o método cascata é:

  1. Criação: pensar em algo ainda no campo das ideias;
  2. Construção: colocar a mão na massa para fazer o projeto sair do papel;
  3. Lançamento: o projeto completamente pronto era lançado ao público (perceba que até aqui não houve nenhuma interação entre o projeto e o usuário final);
  4. Aprendizado e feedback: momento de entender o que deu errado para corrigir.

Após a última etapa, se retorna à criação para o próximo projeto ou o próximo update:

google design sprint ciclo 300x256 - O que é Google Design Sprint e passo-a-passo para aplicar na prática

Porém todo esse ciclo é grande demais. E mostrar o produto final ao usuário apenas quando estiver pronto, pode fazer a equipe trabalhar por muito tempo (e por tanto perder muito tempo) em cima de uma ideia que pode não ser aceita.

Portanto, o que o Design Sprint propõe é fazer tudo em duas etapas:

  1. Criação
  2. Aprendizado e feedback

A criação da ideia inclui a construção e lançamento dentro dela, porém isso acontece de uma forma mais rápida através dos protótipos e entrevistas.

O objetivo é criar a ideia e aprender o mais rápido possível com ela. Segundo o Google, isso pode ser feito em 5 dias. E é isso que o próximo capítulo vai explicar.

Design Sprint Template: como é a agenda de um Design Sprint

weekly planejamento semanal google design sprint 768x1024 - O que é Google Design Sprint e passo-a-passo para aplicar na prática

Como dito, o ciclo do Design Sprint ocorre teoricamente em 5 dias, mas isso não é uma regra rígida.

É comum você ver profissionais aplicando em 3 ou em até 6 dias, tudo depende do projeto, das pessoas, da estrutura, etc. Esse flexibilização pode ocorrer tanto no planejamento da Sprint, quanto durante ela.

A título de exemplo, vamos usar os 5 dias úteis da semana e descrever o que ocorre em cada um.

Segunda-feira: definição o problema

Na segunda-feira, é o dia de fazer um grande mapeamento do problema que se enfrenta.

O erro que você deve fugir aqui é adotar o problema inicialmente estabelecido logo de cara. Muitas vezes, o real problema a ser resolvido é uma causa ou consequência deste, ou nem está relacionado com o que se coloca em um primeiro momento.

Então é preciso:

  • Testar o problema;
  • Questionar se, caso o problema seja resolvido, não terá mais nada pelo caminho;
  • Levantar outras hipóteses de problemas e comparar;
  • Definir o público-alvo do problema;
  • Objetivos da sprint.

É muito importante, quando necessário, conversar com experts no assunto para tirar tais dúvidas. Eles podem estar dentro da própria empresa.

Comece a recrutar alguns usuários que serão entrevistados na sexta para testar a ideia.

Terça-feira: geração de ideias

Após definir o problema que será enfrentado, é hora de criar a solução para atacá-lo.

Inicialmente é preciso ter o máximo de ideias possíveis, nenhuma ideia deve ser criticada, e é preciso usar muita criatividade e sair da rotina (isso lembra totalmente um brainstorming). Ou seja, terça-feira é o dia de divergir, abrir o guarda-chuva e pensar mais em quantidade do que em qualidade.

Faça muitos rascunhos, rabiscos, esboços, e tudo que possa ser útil para construir a ideia.

Caso em algum momento a equipe fique um pouco perdida, relembre qual é o problema definido, e questione se as soluções propostas realmente resolvem ele.

Quarta-feira: definição da solução

Depois de expandir para encontrar o máximo de ideias possíveis, agora é o momento de convergir para escolher apenas a única ideia que será colocada em prática.

Coloque todas as ideia do dia anterior em um quadro, e relacione-as com o problema definido na segunda-feira:

  • Quais não fazem mais sentido e podem ser eliminadas?
  • Quais podem ser mescladas?
  • Quais podem ser separadas?

Sempre partindo da perspectiva do problema definido, é preciso tomar a decisão sobre qual ideia será testada no Sprint.

Quinta-feira: o protótipo

Agora que você já sabe qual é o problema que deve ser atacado, e com qual solução fará isso, utilize esse dia para criar um protótipo que se equilibre entre dois critérios:

  • Ser completo e gerar os benefícios do produto final; e
  • Ser desenvolvido dentro desse único dia.

Garanta que seja utilizável por algum testador.

Sexta-feira: o aprendizado

Lembra daqueles usuários contatados na segunda-feira? Hoje é o dia de fazer o teste/entrevista com eles para receber feedback e aprender com a experiência do Sprint como um todo.

Faça o possível para que todos que participaram da Sprint assistam aos testes, seja ao vivo ou gravado, presencial ou à distância. Assim será possível absorver aprendizado da visão de cada um, e não apenas de quem aplicou os testes.

Todos os feedbacks coletados se tornam novas ideias que podem alimentar uma futura Sprint.

Rotinas: do que um Design Sprint precisa para funcionar

construir estrutura google design sprint 1024x683 - O que é Google Design Sprint e passo-a-passo para aplicar na prática

Antes de começar um Design Sprint, liste tudo que a equipe irá precisar em termos de estrutura.

Uma Sprint comum que acontece dentro de uma empresa, usualmente inclui:

  • Energia
  • Wifi
  • Mesas
  • Notebooks
  • Post-its
  • Cadernos
  • Canetas
  • Quadros
  • Outros materiais de escritório

Outro ponto importante é a flexibilização do tempo da Sprint, como dito anteriormente. Porém algo que você deve fazer um esforço para manter é:

  • Local
  • Horário
  • Pessoas

Mudar o local, endereço ou sala, pode causar confusão na equipe, gerar atrasos e diminuir a produtividade.

Em relação ao horário, se as pessoas não puderem permanecer o dia todo na Sprint (por causa de suas tarefas diárias), que seja reservado sempre o mesmo turno, ou o mesmo intervalo de horas.

E manter as mesmas pessoas também é importante, porque todas elas estarão juntas em um projeto de curta duração. Então quanto maior o espírito de equipe, maior são os aprendizados absorvidos ao final da Sprint.

Tudo isso ajuda a criar uma rotina.

E quando a equipe pensar em desistir?

motivação equipe google design sprint 683x1024 - O que é Google Design Sprint e passo-a-passo para aplicar na prática

Em muitos momentos, a equipe pode ficar desmotivada ou perdida em meio a um projeto que tantas coisas acontecem em tão pouco tempo.

E para que isso não aconteça, existem alguns cuidados efetivos para serem usados no Design Sprint.

Defina os próximos passos

Quando todos sabem todos os passos do projeto, menos dúvidas ficam na cabeças das pessoas. Isso ajuda a remover as inseguranças e promove a autonomia em todos.

Você pode criar eventos no Google Calendar/Outlook e convidar todos os membros, assim todos terão em suas agendas uma visão do futuro.

Incentive a criatividade

  • Não acabar com uma ideia assim que ela é dita;
  • Não buscar referências e achar que você já tem todas as ideias;
  • Não permitir a diversidade de ideias/todos no mesmo ambiente sempre concordam;

Essas e quaisquer outras regras para não bloquear a criatividade devem fazer parte do dia-a-dia do Design Sprint.

Confie no Design Sprint, mas se adapte

Isso já foi falado algumas vezes, mas é sempre bom relembrar.

Até pelo fato de o Design Sprint não ser um método rigoroso, você já deve imaginar que deve haver flexibilidade.

E vale de tudo:

  • Mudar a quantidade de dias;
  • Testar mais de uma ideia ao mesmo tempo;
  • Etc.

Agregue outras práticas

Tente agregar o framework Scrum, teste um Kanban… Você é livre para tornar o Design Sprint o mais adequado possível à sua situação.

#DicaWK: Sprint: o método usado no Google para testar e aplicar novas ideias em apenas cinco dias

livro sprint google design sprint 1024x768 - O que é Google Design Sprint e passo-a-passo para aplicar na prática

Esse é o livro que todos se baseiam para estudar sobre as práticas do Design Sprint.

Você pode acessar esse post do nosso blog sobre Livros de Gestão de Projetos de TI e ler um pouco mais sobre essa obra do Google.

Relembrando…

Design Sprint é um método desenvolvido pelo Google para testar ideias de negócio, produtos e serviços em apenas 5 dias. 

Na segunda-feira, a equipe define o problema. Na terça, todos geram ideias que podem solucionar o problema. A quarta é reservada para escolher qual das soluções propostas será colocada em prática. O protótipo da ideia é criado na quinta-feira. E por fim, a sexta é o dia reservado para aplicar o protótipo nos usuários, receber feedback e aprender as lições.

Obrigado pela sua leitura.

Inscreva-se para receber os post’s direto em seu e-mail:

[mc4wp_form id=”5625″]

Não se preocupe com spam, também odeio eles.

Se futuramente não quiser mais receber, é só clicar em um link que aparece em todos os e-mail’s que não vamos mais enviar.

Um grande abraço.

Veja nossos últimos post’s que você pode gostar:

Você quer ajudar um amigo a dar um up na carreira e ainda ser recompensado?

Então conheça nosso programa Indicação Premiada.


 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
LINKEDIN
INSTAGRAM
FACEBOOK