Como é trabalhar com TI no Rio Grande do Sul: uma visão de quem vem de fora

trabalhar com ti no rio grande do sul 1232x821 - Como é trabalhar com TI no Rio Grande do Sul: uma visão de quem vem de fora

TRABALHAR COM TI NO RIO GRANDE DO SUL

Você terá que mudar de cidade ou estado para trabalhar? Ou ainda, já fez essa mudança alguma vez na vida?

Isso é um grande desafio, seja para morar fora do Brasil, seja para ficar em terras nacionais mesmo. 

Vários motivos contribuem para este desafio: 

  • A região onde você mora não possui tantas oportunidades, salários ou tecnologias que você está buscando;
  • A sua empresa fechou;
  • O(a) parceiro(a) arrumou um emprego em outra cidade. 

Independente do motivo, você deve estar preparado para essa mudança. E a melhor forma é aprender com quem já passou por essa experiência.

Uma dessas pessoas é o Marcos Vinicius Ângelo da Silva. Ele tem 30 anos e é especialista em desenvolvimento Mobile em uma empresa de sistemas de telemetria de Canoas. Antes disso, ele já tinha trabalhado em Foz do Iguaçu e também no Paraguai.

Resolvi conversar com ele para ver o que ele está achando de trabalhar com TI no Rio Grande do Sul, já que em outubro de 2019 ele completará 1 ano aqui no estado.

Então continue lendo para conhecer como foi a história do Marcos, um profissional natural de Muriaé/MG (300km de Belo Horizonte) que atua há 1 ano como Desenvolvedor Fullstack em Canoas/RS. Veja como ele superou as dificuldades dessa grande mudança.

Siga a WK nas Redes Sociais

Por que sair do seu estado ou da sua cidade para trabalhar?

trabalhar com ti no rio grande do sul 1024x683 - Como é trabalhar com TI no Rio Grande do Sul: uma visão de quem vem de fora

Toda essa mudança começou quando se desapontou com as remunerações e perspectivas de carreira em Minas Gerais.

Depois de 1 ano estudando medicina, resolveu voltar para a sua área de atuação anterior, que era o desenvolvimento de software.

E por que trabalhar com TI no Rio Grande do Sul?

Sua intenção foi buscar oportunidades em 3 estados específicos:

  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • Paraná

Marcos preferiu evitar São Paulo e Rio de Janeiro por considerar muito perigoso e com custo de vida alto, apesar do grande centro tecnológico que são essas metrópoles.

Nesse meio tempo, ele recebeu uma proposta da WK pelo LinkedIn com valor acima do que imaginava que conseguiria, então seu destino pelo Rio Grande do Sul acabou sendo definido.

O que um mineiro acha do mercado de trabalho de TI no Rio Grande do Sul?

Apesar de ter feito uma entrevista de uma proposta recebida, Marcos afirmou que não está buscando novas oportunidades, pois está focado e satisfeito com a empresa que o contratou.

Segundo ele, os projetos e perspectivas de futuro que ela proporciona são ótimos, e o salário não está entre os fatores primários que o faria procurar outra oportunidade.

Como é morar no Rio Grande do Sul

Marcos conta que achou a cidade de Canoas completamente diferente dos lugares de onde já morou, como exemplo, citou as ruas amplas diferentes das do sudeste.

O grande ponto positivo que ele deixou claro foi a boa recepção que teve das pessoas. Teve apoio em diversos momentos, inclusive com indicações de onde morar, já que não conhecia nada da região.

Em relação ao custo de vida no geral como alimentação, transporte e lazer, ele considera como um preço alto, porém esse estilo de vida proporciona também um conforto mais alto.

Ele alugou um apartamento perto do trabalho e, como é um bairro universitário, compreende o valor mais elevado. Então acaba sendo justo.

E sobre segurança, diz que nunca houve nenhum problema, nunca presenciou nem ouviu casos de assalto de pessoas próximas.

#DicaWK: o que fazer se você está pensando em se mudar de cidade ou estado para trabalhar

Quando chegou em Canoas, descobriu duas padarias e não sabia em qual ir. Então conversou com uma senhora na calçada perguntando qual era a melhor (e ele não se arrepende da recomendação).

Isso significa que a principal dica de Marcos é não se isolar, não ter vergonha de pedir ajuda para as pessoas.

Quando chegar em um local que você não conhece, tente seguir os passos das pessoas que já moram lá. Isso significa perguntar:

  • Onde é mais seguro morar ou por onde caminhar à noite;
  • Onde estão as melhores padarias, açougues, mercados, restaurantes, shoppings;
  • Qual ônibus pegar para chegar a algum lugar.

Outro ponto importante é que, segundo ele, as pessoas costumam achar muitos problemas em mudanças assim. Porém, como Marcos me contou, ele e sua esposa, que está no Paraguai estudando, usam a tecnologia para ajudar a diminuir a saudade.

Perguntei ao Marcos o que ele faria diferente se tivesse que fazer tudo de novo, para ter uma melhor experiência. E sua resposta foi:

Foi tudo tão mágico que não faria nada diferente.

Obrigado pela sua leitura.

Inscreva-se para receber os post’s direto em seu e-mail:

Não se preocupe com spam, também odeio eles.

Se futuramente não quiser mais receber, é só clicar em um link que aparece em todos os e-mail’s que não vamos mais enviar.

Um grande abraço.

Veja nossos últimos post’s que você pode gostar:

Você quer ajudar um amigo a dar um up na carreira e ainda ser recompensado?

Então conheça nosso programa Indicação Premiada.

 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
LINKEDIN
INSTAGRAM
FACEBOOK